fbpx
Nutrição para crianças e adolescentes

Nutrição para crianças e adolescentes: por que investir nessa área?

De acordo com um estudo da Federação Mundial de Obesidade, o número de crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17 anos acima do peso deve atingir a marca de 268 milhões em menos de uma década. Além da grande quantidade de indivíduos obesos, o estudo ainda revela o aumento de hipertensos, de pessoas com gordura no fígado e diabete tipo 2, que é uma doença reconhecida por acometer pessoas em idade mais avançada.

O número preocupa (e muito) não só as organizações de saúde, mas também pais e responsáveis. Por isso, há uma crescente demanda por serviços de nutrição para crianças e adolescentes. Para profissionais que desejam se especializar, o investimento na área se mostra atrativo, visto que é preciso qualificação para lidar com o grupo e atenuar os riscos apresentados.

Neste artigo, mostraremos os motivos para investir na área e como isso pode ser feito. Continue a leitura para entender melhor.

Qual é a importância da nutrição para crianças e adolescentes?

Crianças e adolescentes passam por diversas fases de desenvolvimento até o seu organismo estar completamente formado. Tudo começa com o aleitamento materno, passando pela introdução alimentar até a consolidação da alimentação em si. E é justamente na fase de introdução de outros alimentos que as tensões começam.

Muitos pais querem que os filhos comam certos alimentos de qualquer maneira, o que acaba gerando apreensão em relação à ingestão de frutas e verduras. Outros introduzem balas, refrigerantes e salgadinhos devido ao apelo desses alimentos e à facilidade de consumo, vide as inúmeras propagandas focadas no público infantil.

Dada a complexidade da situação e a importância de evitar não só doenças, mas também problemas crônicos como a obesidade, o acompanhamento nutricional é essencial nessas fases. Além das refeições principais (café da manhã, almoço e jantar), o corpo precisa de outros alimentos para se desenvolver bem durante a fase de crescimento.

Um nutricionista é capaz de estabelecer com exatidão os alimentos que deverão ser consumidos para suprir as necessidades nutricionais de acordo com cada faixa etária. Isso ajudará a criança a se desenvolver em sua totalidade e a evitar problemas de saúde no futuro, como os relatados no início do artigo.

Além disso, o nutricionista atuará monitorando a alimentação da criança ou do adolescente, recomendando alimentos que possam ser substituídos ou mesmo retirados da dieta. Isso facilita o processo para os pais que têm dificuldades em encontrar boas alternativas ou desconhecem estratégias para encorajar as crianças a se alimentarem bem e com qualidade.

Quando o pequeno tem contato com os mais variados tipos de alimentos sugeridos pelo nutricionista, há melhora na aquisição de hábitos saudáveis e ele passa a sentir prazer em se alimentar com qualidade, visto que o repertório do paladar se forma ainda na primeira infância. Além disso, o acompanhamento com um nutricionista torna o processo de educação alimentar mais simples e eficaz do que aquele conduzido apenas pelos pais.

Por que investir nessa área?

A preocupação de pais e responsáveis com a nutrição de crianças e adolescentes tem feito com que a procura por profissionais especializados para auxiliá-los nesse momento aumente. Como se sabe, a formação de bons hábitos alimentares deve começar ainda cedo.

O papel do nutricionista é a chave para o sucesso da ação, pois o desenvolvimento da educação alimentar será muito mais fácil. Além disso, tanto o acompanhamento quanto as orientações nutricionais levam em consideração as particularidades de cada criança, incluindo eventuais restrições alimentares devido a alergias.

Por essas razões, é cada vez mais comum que a sociedade como um todo valorize mais o profissional especialista em nutrição infantil. Vale lembrar que a sua atuação não se restringe apenas ao âmbito particular, ela também abrange as escolas, clínicas e outros.

Sendo assim, há uma grande demanda por especialistas na área tanto em relação à nutrição normal, que objetiva a prevenção, quanto à nutrição clínica, que foca no tratamento de enfermidades. Além disso, o mercado de nutrição infantil, que inclui a produção de alimentos específicos para esse público, é estimado em 50 bilhões de dólares de acordo com a Brasil Diary Trends 2020.

As diferentes necessidades apontadas, bem como o mercado global, mostram quão benéfica é a atuação na área. Pois o aumento da demanda pelo profissional faz com que o investimento na área tenha um retorno financeiro mais satisfatório em comparação com outros setores.

Quais são os diferenciais do curso oferecido pelo Instituto Cristina Martins?

A especialização é fundamental para atuar em qualquer área da nutrição. A qualificação do profissional faz grande diferença especialmente ao lidar com crianças e adolescentes, que muitas vezes não têm ideia do quão importante é se alimentar bem e precisam de orientação mais direcionada.

Na pós-graduação em nutrição de crianças e adolescentes, o profissional aprende exatamente como identificar o perfil alimentar do cliente e registrar os hábitos da população infanto-juvenil para prover a ela o melhor atendimento.

O nutricionista é exposto a uma grade curricular que abrange a avaliação em nutrição desse público, os parâmetros especializados a serem utilizados, incluindo as avaliações metabólicas e laboratoriais, bem como diagnósticos mais precisos.

O Instituto Cristina Martins oferece cursos online assíncronos, ou seja, os alunos podem realizá-los no seu próprio ritmo. Um dos principais diferenciais é que as atividades se abrem automaticamente assim que as etapas anteriores são finalizadas com sucesso. Além disso, os cursos contam com materiais extras, como textos atualizados feitos por especialistas, e interatividade, que mantém o aluno ativo o tempo todo.

Os alunos também são expostos a estudos de caso, problematizações e simulações que promovem a prática da teoria aprendida. Nesse sentido, as avaliações são voltadas para a conduta profissional em vez de focarem apenas no conhecimento teórico. O pós-graduando ainda recebe tutoria especializada para tirar as suas dúvidas durante o curso e ter formação de maior qualidade.

Como mostramos neste artigo, o mercado de nutrição para crianças e adolescentes está em expansão e tem exigido profissionais mais qualificados para atender a esse público. Vivemos em uma era em que os alimentos industrializados são super valorizados e têm forte aparato publicitário. Cabe ao nutricionista especializado mostrar o caminho alternativo e o quanto ele é benéfico, contribuindo inclusive para a maior felicidade do público infantil, tendo o respaldo científico para isso.

E então, deseja se especializar nessa área? Entre em contato conosco para saber mais sobre os cursos oferecidos pelo nosso instituto!

Comentar