fbpx
Massa Magra - Massa Gorda

Descubra os principais exames de massa magra e massa gorda!

Última atualização em

Hoje em dia, o trabalho de um nutricionista é cada vez mais importante para o bem-estar dos clientes.

Afinal, a forma como cada um se alimenta faz toda a diferença na sua saúde ao longo dos anos.

Um bom exemplo desse tipo de serviço são os exames de massa magra e massa gorda, fundamentais em diversos diagnósticos.

Existem diversas avaliações médicas e nutricionais e, como profissional, é importante continuar se atualizando e buscando cursos que ajudem a entender melhor como realizar esse trabalho.

Para auxiliar a entender melhor o assunto, vamos falar um pouco sobre os principais exames disponíveis e sua importância. Acompanhe!

Quais são os principais exames de massa magra e massa gorda?

Cada método de avaliação da massa corporal tem suas vantagens e desvantagens. Você precisa apenas estudar suas opções e ver quais se encaixam melhor em seu consultório.

Veja aqui os dois exames mais utilizados.

Bioimpedância

Trata-se de um exame que mede a composição corporal de uma pessoa, sendo bem comum no meio esportivo para avaliar a gordura corporal de atletas.

Porém, esse método também pode ser aplicado em sua clínica e em seus clientes sem perder sua eficácia.

O exame consiste em uma placa de metal que emite uma corrente elétrica pelo corpo. Com o procedimento, é possível diferenciar a massa composta por músculos e a composta por gordura.

Os resultados permitem planejar um programa nutricional adequado.

Por envolver uma corrente elétrica, esse exame apresenta algumas contraindicações. Gestantes não devem fazê-lo para não afetar negativamente o desenvolvimento da criança.

Pessoas com marca-passo ou próteses/pinos de metal no corpo podem se ferir gravemente caso expostas a essa corrente.

DXA

O Exame de Densitometria Óssea (DXA), como o nome já diz, era normalmente utilizado para examinar a massa óssea e sua medula.

Porém, com o avanço da tecnologia, os instrumentos já são capazes de avaliar a massa magra e massa gorda no corpo.

Esse exame é similar a um raio-X e avalia a composição corporal com base na extensão que as ondas de radiação atingem, mas o nível de exposição é mínimo.

Por ser um exame rápido, indolor e com resultados bem claros, costuma ser o mais utilizado para esse tipo de avaliação.

Por que é importante fazer um curso para conhecer esses exames?

Como já mencionamos, medir a massa magra e massa gorda do corpo é fundamental para várias avaliações no seu consultório de nutrição.

Sem algumas dessas informações, não há como definir uma dieta adequada para melhorar a saúde do indivíduo.

Novos métodos de avaliação corporal surgem regularmente, além de ferramentas e conhecimentos sobre o tema.

Fazer novos cursos para se atualizar é obrigatório para continuar atendendo seus clientes com a maior qualidade.

Agora que você entende melhor os exames para medir a massa magra e massa gorda no corpo, é hora de aprender como aplicá-los.

Para isso, o melhor a fazer é buscar um curso de especialização ou atualização para acompanhar o ritmo do mercado.

Quer encontrar um agora mesmo?

Então veja nosso curso “Achados físicos focados na nutrição: massa magra, gorda e condição hídrica” e descubra como ele pode auxiliar.

 

Comentar