Enfermos Graves – Intervenção em Nutrição: Oral, Sonda e Parenteral

Inicio Imediato

Confirmado

Apresenta as bases da intervenção em nutrição para pacientes gravemente enfermos. Identifica recomendações de nutrientes (energia, proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, minerais, prebióticos, probióticos, líquido).

Descreve as vias de alimentação e formulações, incluindo tipos específicos para pacientes graves. Discute as diretrizes mundiais baseadas em evidências para a nutrição de pacientes de UTI.

O curso é de início imediato após a confirmação da compra!

APROVEITE A PROMOÇÃO MELHOR ÉPOCA DO ANO COM
50% DE DESCONTO!

Aqui está o seu cupom – EPOCAICM

inscreva-se

PAGAMENTO FACILITADO EM ATÉ 12 VEZES

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Inicio Imediato

Duração

60 Dias 15 h/Aula

Nível

Aprimoramento

Investimento

1x R$ 195,00 à vista ou até 12x parcelas no cartão de crédito 1x Cupom com 50% de desconto - EPOCAICM
  • Público-Alvo: Estudantes, nutricionistas e profissionais de áreas correlatas.

  • Reconhecimento da calorimetria indireta como método indicado de avaliação da necessidade energética de pacientes graves.

  • Identificação das equações usadas para estimar as necessidades energéticas de pacientes enfermos graves.

  • Reconhecimento da recomendação energética para pacientes enfermos graves.

  • Descrição das recomendações de proteínas para pacientes enfermos graves.

  • Recomendações de carboidratos e fibras alimentares para pacientes gravemente enfermos.

  • Recomendações de lipídeos para pacientes enfermos graves.

  • Recomendações hídricas para pacientes enfermos graves.

  • Recomendações de minerais e vitaminas para pacientes enfermos graves.

  • Identificação da preferência, quando possível, da alimentação via oral para pacientes enfermos graves.

  • Descrição das indicações de suplementos nutricionais para pacientes enfermos graves.

  • Reconhecimento dos princípios da alimentação via sonda para pacientes enfermos graves.

  • Indicações e princípios da nutrição parenteral para pacientes enfermos graves.

  • Monitoramento e aferição de resultados da intervenção em nutrição de pacientes graves.