fbpx

Conheça 8 áreas de atuação de um nutricionista

O nutricionista trabalha em hospitais ou consultórios, como funcionário ou dono do próprio negócio, na melhoria da saúde física ou mesmo na divulgação de uma alimentação mais saudável. A verdade é que a atuação do nutricionista é bem variada, exigindo cada vez mais informação e especialização desses profissionais.

Não é por acaso que cresce a necessidade de se procurar cursos específicos, que ampliem os conhecimentos adquiridos na faculdade. As próprias mudanças ocorridas na sociedade, com a maior atenção dada à saúde e a busca pela melhoria na qualidade de vida por meio de novos hábitos alimentares, têm contribuído para esse novo cenário.

Pensando nisso, preparamos este post com as 8 áreas de atuação do nutricionista que merecem destaque no mercado atual. Continue a leitura e saiba qual delas se enquadra no seu perfil e objetivos!

1. Nutrição clínica

A terapia nutricional em hospitais, clínicas e outras instituições de saúde é uma das áreas que tem exigido mais profissionais capacitados. Esses nutricionistas são os responsáveis pela triagem, terapia e monitoramento nutricional de pacientes admitidos para tratamento médico.

A atuação do nutricionista nesses ambientes tornou-se ainda mais importante, principalmente com o crescimento da ocorrência de doenças como:

  • diabetes;
  • problemas cardiovasculares;
  • obesidade;
  • desnutrição;
  • alergias e intolerâncias alimentares, entre outras.

Dessa forma, o nutricionista que opta por essa área de atuação não só precisa entender sobre a Nutrição em si, como se manter atualizado sobre todas as causas externas à Nutrição que motivam tais problemas. Ele também precisa ter inteligência emocional para saber lidar com pacientes fragilizados e em situação de risco.

2. Indústria de alimentos

Outra importante área de atuação do nutricionista é na indústria alimentícia. Nesse caso, ele trabalha tanto como consultor, no sentido de orientar sobre a constituição nutricional dos alimentos, quanto como pesquisador, buscando fórmulas e receitas mais nutritivas.

Sendo assim, é fundamental que o profissional que optar por essa área goste do ambiente laboratorial e de sempre estar investigando e propondo novos alimentos.

A indústria alimentícia tem sido um bom campo para os nutricionistas nos últimos anos, principalmente em decorrência da maior preocupação das pessoas com a saúde e o bem-estar. Ou seja, cresceu a procura por alimentos naturais e saudáveis, além da busca por suplementos alimentares.

3. Nutrição esportiva

Tantos os atletas profissionais quanto os amadores são possíveis clientes para os nutricionistas esportivos. Quem procura obter bons resultados na prática de exercícios não pode dispensar o acompanhamento nutricional, que também ajuda na prevenção de lesões e fraturas.

Dessa forma, muitos centros esportivos e academias de ginástica têm mantido nutricionistas em seus quadros de funcionários. Mas a grande procura é mesmo por consultórios especializados, bem equipados e com bons profissionais.

Para se destacar na Nutrição esportiva, é importante que os nutricionistas não só entendam da sua área específica, mas também da prática de algumas atividades esportivas. Além disso, ele deve entender sobre o dia a dia dos atletas e trabalhar lado a lado com médicos e educadores físicos.

4. Saúde coletiva

Muitos dos problemas de saúde relacionados à alimentação, como a obesidade e a desnutrição, podem ser prevenidos de maneira generalizada na população. Daí que a saúde coletiva é uma das áreas de atuação do nutricionista mais promissoras na atualidade.

O profissional pode atuar na prevenção, na terapia e no monitoramento da saúde coletiva em:

  • organizações não governamentais;
  • ambulatórios;
  • postos de saúde;
  • unidades de atendimento básico;
  • órgãos da vigilância sanitária.

Para atuar nessa área, o nutricionista também deve entender das razões socioeconômicas que levaram ao quadro de saúde em determinada população. Muitas vezes, o profissional se envolve em questões sociais e políticas, buscando resolver o problema em diferentes frentes.

5. Carreira acadêmica

Diversos estudantes de Nutrição optam pela área acadêmica ainda na graduação. Por isso mesmo, muitos decidem continuar os estudos logo que saem da faculdade, fazendo especialização, mestrado e doutorado.

Quem opta pela docência pode dar aulas em cursos de graduação e pós-graduação, nas diversas especializações e cursos técnicos. Também pode ter a oportunidade de desenvolver projetos de pesquisa e orientar o trabalho de outros profissionais.

De qualquer forma, como os horários costumam ser flexíveis, muitas vezes é possível conciliar as aulas com o atendimento em hospitais ou consultórios.

6. Gastronomia

Com a crescente preocupação com uma alimentação saudável, Gastronomia e Nutrição andam cada vez mais juntas. As pessoas não só querem consumir alimentos saudáveis, como também buscam por pratos saborosos e atrativos.

Portanto, seja nas cozinhas de restaurantes de todos os tipos, seja nas indústrias de alimentos, os nutricionistas podem atuar como verdadeiros chefs, procurando unir sabor e saúde. Inclusive, muitos profissionais têm feito os dois cursos de graduação ou se especializando em gastronomia para ampliar as oportunidades de trabalho.

7. Marketing em alimentação

A atuação do nutricionista não fica apenas por conta da consultoria ou no desenvolvimento de alimentos. Muito pelo contrário: a conscientização da população também é um caminho profissional a ser seguido.

Por isso, muitas empresas alimentícias e de suplementos, agências de publicidade, revistas especializadas, entre outras instituições, contam com profissionais da área de Nutrição. Em alguns casos, é fundamental contar com o conhecimento e o aval de um especialista em materiais de marketing e propaganda.

Para tanto, o ideal é que o nutricionista se especialize em marketing, com cursos de pós-graduação ou especialização. Afinal, é preciso conhecer pontos específicos do mercado e do comportamento dos consumidores.

8. Consultoria nutricional

A consultoria é, provavelmente, o campo de atuação mais vasto para o nutricionista, pois ele pode trabalhar desde a melhoria da qualidade da alimentação servida em escolas, indústrias e restaurantes, até o atendimento individualizado nos consultórios.

Nesse sentido, ele pode atuar:

  • no desenvolvimento de projetos de cozinhas industriais;
  • no controle de qualidade de alimentos;
  • na adequação da produção à legislação e tantas outras frentes.

Nos consultórios, o nutricionista pode atender clientes com diferentes necessidades, inclusive, adequando as recomendações às preferências e rotina de cada um.

Enfim, a atuação do nutricionista é bastante variada e oferece inúmeras possibilidades. Antes de se especializar em uma delas, procure se informar bastante sobre o trabalho e as oportunidades de mercado.

Gostou de saber mais sobre as diferentes áreas de atuação do nutricionista? Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco, tire todas as suas dúvidas e saiba mais sobre as diversas especializações!

Comentar