fbpx

4 estratégias para um bom plano de carreira do nutricionista

Última atualização em

Os profissionais da área de nutrição devem procurar, cada vez mais, encontrar diferenciais que o destaquem no mercado. Afinal, em um meio tão competitivo, um bom plano de carreira do nutricionista pode ser o que falta para conseguir sucesso no segmento.

Assim, é fundamental buscar meios de aperfeiçoamento, tanto na prática profissional quanto no conhecimento técnico. Neste post, apresentamos 4 estratégias que poderão ajudar você a planejar melhor a sua carreira de nutricionista. Acompanhe!

nutrição EAD

1. Conheça bem o mercado

Começamos pela dica mais básica de todas, afinal, independentemente da profissão e da área de atuação, é fundamental ter um bom conhecimento sobre o mercado do qual fará parte, não é mesmo? E é aí a sua estratégia tem início!

Desse modo, é importante consultar profissionais mais experientes, revistas especializadas, entre outras fontes que apresentem como anda o mercado de nutrição. É bom manter-se informado sobre quais áreas estão em alta, quais oportunidades e empresas que podem ser interessantes e, até mesmo, como você pode abrir e manter o seu próprio consultório.

Nesse sentido, as redes sociais também podem ajudar bastante. Portanto, participe de grupos de discussão, e siga páginas e perfis de profissionais que são referência no mercado e de pessoas que fazem parte do dia a dia do nutricionista, como recrutadores e empresários.

2. Escolha uma área de atuação

Como as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a saúde, com os diferentes estilos de vida e com os hábitos alimentares, a procura por profissionais especializados está se tornando constante.

Assim, em sua pesquisa de mercado, escolha dentre as áreas possíveis para construir uma carreira. Desse modo, você pode optar, por exemplo, pelas áreas de nutrição clínica, esportiva, saúde e alimentação coletiva, gastronomia e, até mesmo, pelo marketing e pela vida acadêmica.

O fato é que existem diversas possibilidades, sendo essencial escolher aquela que mais se encaixa nas suas habilidades e objetivos, além de preencher a própria demanda de mercado, certo?

3. Aprenda a fazer seu marketing pessoal

Qualquer que seja o plano de carreira do nutricionista, é necessário sempre considerar ter um bom networking e uma boa imagem no mercado. Afinal, nenhum profissional faz sucesso do nada! Então, não espere que você vá conhecer as pessoas certas ou construir uma reputação por acaso.

É preciso conversar com as pessoas, sejam elas potenciais clientes ou outros profissionais. Para isso, participe de eventos, faça visitas e aproveite todas as oportunidades para estabelecer contato.

Mais uma vez, as mídias sociais podem ser bem úteis, tanto para ampliar a sua rede de contatos no LinkedIn quanto para criar páginas e anúncios sobre os seus serviços no Facebook ou Instagram.

4. Invista na sua atualização e especialização

Uma estratégia imprescindível, como já dissemos, é se manter atualizado! É fundamental ter em mente que sempre há algo novo para ser aprendido. Por isso, é preciso ler bastante, manter-se constantemente informado e investir na sua profissionalização.

Nesse sentido, fazer cursos de atualização ou alguma especialização fazem uma grande diferença — tendo em vista que os cursos são importantes para se atualizar, aprender coisas novas, aprofundar os conhecimentos em uma área específica e, até mesmo, para melhorar o currículo profissional.

Como você pôde perceber, essas são apenas algumas estratégias para se fazer um plano de carreira do nutricionista. Portanto, não se esqueça de conhecer a si mesmo e entender bem quais são os seus objetivos. Além, é claro, de buscar trabalhar com o que gosta e o deixa mais realizado profissionalmente.

Gostou de conhecer essas estratégias para a sua carreira de nutricionista? Quer conferir mais conteúdos como este? Então, veja agora como a prescrição por privilégio pode impulsionar a profissão. Boa leitura e até a próxima!

Comentar